quinta-feira, outubro 22, 2009

da série: pequenos pensamentos de vagalume

sabe o que incomoda os outros? a gente estar em paz. tranquilo, bem ciente do lugar escolhido e assumido, sem se querer provar nada; sem gritos de ordem; sem atos de protesto e reivindicação. a vida se impondo pelo imperioso dela própria, natureza. a vida reconhecendo-se, os amantes se encontrando pelo reconhecimento; os felinos se encontrando pelo cheiro, se identificando pelo roçar dos bigodes. o amor se fazendo por líquidos seminais, pela multiplicidade de encaixes - que foge à capacidade tosca, óbvia e simplória da mediocridade, que teme tanta largueza de mar, que teme tanta liberdade em exercer-se onda, ressaca, calmaria, maré e devoto da lua.

sabe o que incomoda os outros? a incapacidade deles mesmos de se olharem no espelho.

eu, pirilampescamente - luzinha tênue -, acendo o traseiro e dou-lhes de rabo.

8 comentários:

Kenia Mello disse...

E você está é bem porque ainda dá no poético... Já eu não estou com muita paciência pra cheap talk, então, mando no cru mesmo, com todos os trocadilhos possíves. ;)
Beijos, pequenina bailarina.

lagarta disse...

obrigada, querida! pelo beijo e pelo poético... às vezes tb desço das tamancas, bem sabes...

AMARela Cavalcanti disse...

mas mesmo sem ser poético, é massa! pra mim a melhor de todas foi a seguinte frase: "passarinho que come pedra sabe o fiofó que tem!".
me ganhou de cara...
kkkkkkkkkk

bju, amora!

Clara disse...

É triste ter que acreditr nisso, mas ser bem resolvida na vida causa inveja nas pessoas do con-viver, flor!Mas é a partir delas que nós nos construímos cada vez melhores, dando patadas sempre que necessário.

xêro

lagarta disse...

e quem não pde com o pote, não segura na rodilha...
mas tb prefiro a do passarinho. é dejeto no ventilador, na cara da hipocrisia.
só rende o que de melhor se pode ganhar, amarelinha!
beijos de gato.

lagarta disse...

clarinha,
isso mesmo, melhores, sempre. no compasso do samba, gente gente sempre gente, da melhor animal espécie, a exceção aos humanos.
beijos.

Clara disse...

...no compasso da vida, tentando se aproximar ao máximo da inteligência dos felinos.
xêro

AMARela Cavalcanti disse...

eu tb prefiro a do passarinho, amorinha!

mais beijos de gato...