sábado, agosto 04, 2007

da série "cartas em garrafas"

um pedido de alento.
o que se espera numa garrafa é pretexto pra heroísmo? relato de abandono, desvio, esquecimento, perdição. e pedido de socorro.
eu quero apenas reencontrar a palavra que me dirigia à doninha.
eu quero o alento do sono de minha gata, quando deita entregue e desfalecida no meu colo.
às vezes, tenho que segurar o rostinho dela com os dedos, porque ela escorrega a cabecinha, na pequena morte de um sono tão fundo: confiança.
eu quero filmar esse acontecido e exibir à doninha: vem comigo reaprender a língua de silêncios cúmplices que nos atava?
um convite.

2 comentários:

Adely disse...

convite aceito.

lagarta disse...

sempre renovadamente, não é? só assim o maktub, só assim amém.
sempre repetirei o convite.