quarta-feira, dezembro 29, 2010

película





fina celulose
invólucro
teia:
expõe a desproteção


o destraído gesto
que não é acaso
mas inverso
descuido


sufoca
exaure rompe

sob as vestes
do desvelo
o contrato

4 comentários:

AMARela Cavalcanti disse...

tava com saudade de te ler, amora minha!
feliz ano novo pra tu, pra sócia, pras meninas e pra todos que te cercam e tem o prazer de viver ao teu lado!

beijos de gato!

Walkyria Rennó Suleiman disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Renata Lins disse...

Que lindo, querida! Compartilho... beijo grandão!

lagarta disse...

prima homônima, que orgulho te ter por aqui, quase abandonado cantinho... beijos!